gpfDOZE
e meio.

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

deixa o moço bater! - uma bebida, uma comida, uma banda, duas boas lembranças e uma época destes meus 21 anos.

todo mundo gosta de fazer listas. top musicas, top filmes, top sei lá o quê. eu também gosto, óbvio, mas sempre achei meio triste pensar desse modo porque sempre tive medo de esquecer algo e não ser fiel à realidade. pode parecer idiota uma colocação dessas, pois, se algo é realmente importante e marcante, deveria estar presente na sua mente num recall básico. o que acontece é que, invariavelmente, os tempos se passam e a memória falha; e, querendo ou não, o que fica marcado na gente invariavelmente são as cagadas que cometemos, mas nem sempre os momentos de felicidade instantânea que alcançamos.

não resumo meus 21 anos aos comentários a seguir, pois provavelmente existem coisas que mereçam muito mais importância do que elas (inclusive na mesma categoria); porém, são quatro seis itens que fizeram os meus 21 anos iniciais de vida muito mais prazeirosos e merecem um comentário neste meu atual lapso de memória.

meio-a-meio com limão: quem já teve o prazer de estar em Santos e dar uma volta na Praça dos Sapos sabe do que eu estou falando. metade é mate gelado, metade é suco de abacaxi, com meio limão espremido (não esqueça do chorinho depois!). o melhor companheiro de um bom sol, uma boa caminhada e um bom dia de praia; sempre na medida certa, na temperatura certa e melhor ainda na companhia certa.

pastel de carne do carioca: assim como o item anterior, um clássico caiçara. sua lembrança remete aos antigos tempos em que papai tinha escritório na cidade (aprenda: em caiçarês, cidade é o centro da cidade) e, vez ou outra em férias - ou também quando trabalhei como office-boy nas férias de verão de 1995 - eu ia pra cidade, onde acabava sendo convidado a ir ao Café Carioca, na Praça Mauá. assim como seu irmão, o Café Paulista, sua fama é antiga, e reflete-se nos pastéis que até hoje (destaque para a azeitona com caroço) preenchem o tempo e o estômago de quem passa pela cidade. compacto, farto e delicioso, é franco favorito ao título de billy's melhor petisco do mundo.

blink 182: não é a melhor banda do mundo (não é sequer candidata), mas esteve presente comigo em momentos tão diversos que arrisco dizer que blink é a trilha sonora de boa parte da primeira parte de minha adolescência - aceitável, vai. os shows, os passeios de bicicleta, os fluxos de felicidade e tristeza, a animação dos domingos de manhã e a rebeldia sem causa dos adolescentes não seriam tão justificáveis se não fossem suas musicas upbeat de apenas dois minutos.

ir na vila belmiro: tive um privilégio que poucos tiveram - poder estar presente ao jogo de futebol do meu time sempre que ele jogava na cidade. ao comparecer em jogos de times do interior de são paulo, num passado mais recente, conclui que maior do que o jogo em si é todo o ritual de ir ao jogo e o ambiente do estádio, de onde entao concluo que viver numa cidade do interior agrega uma tranquilidade impar quando se trata do espetáculo do futebol. muitos gols, muitas lembranças, e muita alegria.

dormir num hotel cápsula: se alguém me disesse que antes dos 21 eu teria a oportuniade de viajar para o outro lado do mundo ficar mais de 20 dias com a maior parte das despesas paga, eu não acreditaria. aconteceu; a surpresa foi melhor do que tudo; e, enfim, não só tive a oportunidade de viver quase um mês fantástico, tive a oportunidade de dormir em um hotel capsula, aqueles "quartos de hotel" que mais parecem gavetas mortuárias. o espaço interno é até bem grande, e foi palco de muitas risadas e comentários que só enriqueceram ainda mais a experiência na terra do sol nascente, sem contar serem ótimos lugares para cair duro depois de passar a noite fora.

horário de verão: nao consigo entender como existem pessoas que não gostam do horário de verão. alguns justificam que acordar no escuro pleno é ruim - eu discordo, pois ver o sol nascer faz o dia render IMHO. pode ser frio, é verdade. mas nada justifica um sol que se põe as oito ~ oito e meia da noite, justificando aquele tempinho extra de liberdade que se ganha ao final do dia, que até pouco tempo batia com muitas férias...

5:44 PM.

 

 

/// comentários [3]

Blogger Juliana, 10:56 PM \\\

então..
pq quatro itens?!

Anonymous billy, 5:50 PM \\\

corrigido! :)

Anonymous cmt, 12:32 AM \\\

dessa vez eu li meio a meio com limao e sabia q se tratava do melhor refresco do mundo! q nao eh na verdade neh...
agora hotel capsula nao rola nao sabia q tinah ido em um...q horror se for igaul ao q eu vi na tv relametne parece o memorial. credo
bjus

Postar um comentário || Home

gpf, by billy.